sábado, 17 de maio de 2014

Por um momento eu quase me perdi de mim... Mas como sempre Ele veio em meu socorro, me fazendo erguer a cabeça, fazendo eu me lembrar de quem eu sou, fazendo eu ter minhas forças renovadas, fazendo eu dar um passo atrás do outro...
Como eu pude dizer que não tenho alguém para ser minha coluna? Como pude esquecer que Ele sempre foi minha estrutura? Ele não precisa de palavras; Ele não precisa insistir para que eu diga quais são os meus problemas; Ele entende as minha lágrimas, os meus gemidos, os meus soluços; Ele vê a situação do meu coração; Ele vê quando estou chegando ao meu limite; É quando chego no meu limite que Ele entra em ação; É quando não existe mais forças em mim que Ele vem e me carrega no colo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário