sábado, 18 de outubro de 2014

Essa turbulência aqui dentro. Tantos sentimentos intensos. Tanta confusão. Tanta vontade de não sei o que. Tantos gritos de socorro. Tantos pensamentos dando nós. 
Quem me observa por fora vê apenas o meu silêncio. Eles não veem que por dentro estou vivendo uma guerra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário